Prefeito de São Bernardo considera ‘falastrão e mentiroso’ o líder nas pesquisas

Aos poucos, o prefeito Orlando Morando (PSDB) vai demonstrando quem é de verdade. Depois de conseguir sete mandatos na política (dois de vereador, quatro de deputado estadual e um de prefeito) graças aos eleitores de São Bernardo, o atual governante da cidade agora repudia parte de seu eleitorado que decidiu votar em Jair Bolsonaro para presidente, contrariando a vontade do chefe do Executivo, apoiador do tucano Geraldo Alckmin.

Em entrevista concedida no fim de agosto ao Jornal da Gazeta, ao vivo para a jornalista Maria Lydia, Morando chamou Bolsonaro de “falastrão” e “mentiroso”.

Na mesma linha do marido, a primeira-dama usou as redes sociais para dizer que Bolsonaro ofende as mulheres. No vídeo em que publicou juntamente com um texto contra o presidenciável, ela considera ser “inaceitável” algumas atitudes de Bolsonaro.

Os ataques públicos da família Morando ao líder das pesquisas começaram a ceder somente depois do atentado sofrido por Bolsonaro, no início de setembro. Durante ato de campanha na região central de Juiz de Fora, em Minas Gerais, o candidato do PSL a presidente estava sendo carregado por simpatizantes quando foi esfaqueado no abdômen.

O episódio tirou Bolsonaro da campanha de rua e do contato direto com a população. Depois de 23 dias em hospital paulista, onde passou por duas cirurgias, ele recebeu alta no sábado passado, 29 de setembro.

 

https://www.facebook.com/CarlaMorando1/videos/288378238423670/

 

https://www.youtube.com/watch?v=QXOFeU_lrrw&feature=youtu.be