A justiça eleitoral concedeu no fim da tarde desta terça-feira, 11 de setembro, prazo de 48h para que os candidatos apoiados pelo prefeito Orlando Morando retirem todas as placas de campanha espalhadas pela cidade.

A decisão contra a primeira-dama, candidata a deputada estadual, e o vice-prefeito, pleiteante a uma vaga na Câmara Federal, já era esperada, uma vez que as candidaturas do governo descumpriram a legislação ao espalhar por São Bernardo placas irregularidades - a TV São Bernardo relatou o problema (http://portaltvsaobernardo.com.br/index.php/noticias-de-sao-bernardo/525-candidatos-de-orlando-morando-colocam-placas-irregulares-em-imoveis).

A ação contra os candidatos governistas foi movida pelo vereador Julinho Fuzari (PPS). A dobrada tem até o fim da tarde de quinta-feira, 13, para recolher as placas. Caso não o faça, estará cometendo crime eleitoral. Além disso, o descumprimento da decisão obrigará o pagamento diário de multa no valor de R$ 1.000,00 por faixa fixada.

A sua participação, eleitor, é de suma importância para a transparência do processo. Se você vir alguma placa da primeira-dama ou do vice-prefeito a partir da noite de quinta, denuncie. Não tolere abusos.